Breaking

Amar a Jesus é fácil, difícil é seguir.


Graça e Paz amados e amadas. Quando ainda jovem eu costumava louvar ao Senhor com "Corinhos" evangélicos, que até hoje não esqueço. Destes inesquecíveis cânticos, um é mais lembrado e fala exatamente do nosso tema de hoje: Amar a Jesus é fácil, difícil é seguir. Ora meus queridos, queridas, como não amar aquele que nos deu a vida, que morreu na cruz por nós, que nos abençoa diariamente e nos livra do mal Um Deus poderosíssimo capaz de nos perdoar os pecados e ainda nos dar a Salvação, quem não amaria? Por isso é fácil amá-lo, mas para segui-lo a questão é bem diferente. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; (Mateus 16:24) - E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. (Lucas 9:23). Seguir a Cristo exige renúncias para as quais muitos não estão preparados e fraquejam. Apegados aos bens materiais, aos prazeres, aos pecados seculares, muitos exprimem por Cristo um amor que na verdade não possuem. Para alguns basta ter Jesus no coração, mas é preciso mais que isso: É preciso ter Jesus nas atitudes meus amados. Aqueles que gostam das baladas, das drogas, do sexo, das orgias, do dinheiro, do status e do poder jamais chegarão a conhecer a Deus a menos que renunciem seus gostos. O Evangelho de Cristo é algo muito sério para que se brinque com ele, Deus é Amor, mas também é Justiça. O que hoje vemos nas Igrejas são pessoas buscando para si e poucos desejando para outros. Já não se evangeliza, pouco se fala de Cristo aos vizinhos e amigos, colegas de trabalho. Alguns até evitam falar em religião para não declararem que são evangélicos. Está fora dos hábitos de muitos Cristãos as atitudes convenientes, os hábitos Cristãos, a Palavra de Deus. Os Jejuns e Orações foram esquecidos, as Vigílias abandonadas, as Consagrações cessaram. Amados, só poderemos crescer no Espírito utilizando estas ferramentas. São estes os elementos deixados por Deus para que nos comunicássemos com Ele. Não podemos importar o pecado para dentro das Igrejas, mas exportamos o Evangelho para o mundo. Sejamos de Cristo e não do mundo. Estamos no mundo, mas não somos dele, nós somos de Cristo! Texto do Escritor Brasileiro Tony Casanova - Direitos Autorais Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer espécie ou em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais. Copy Right 2014 By Brazilian Writer Tony Casanova - All Rights Reserved.

Seguidores do Google